11 Melhores Fontes de Proteína Vegetal [Guia para Dieta Vegana]

melhores fontes de proteína vegetal

Quem adota a dieta vegana sempre tem dúvidas sobre os hábitos alimentares e uma das principais é em relação às fontes de proteína vegetal.

Não importa o motivo: seja ele por questões ambientais, pessoais, de saúde, ou  pela defesa dos animais, as proteínas sempre são uma preocupação nestes casos.

Estamos aqui para esclarecer que sim, elas podem estar presentes nessa dieta e conseguem ser eficientes e ricas em nutrientes.

Vem entender como fazer isso no dia a dia e descobrir quais as melhores fontes de proteína vegetal para incluir no cardápio. É só acompanhar a leitura deste conteúdo especial!

11 melhores fontes de proteína vegetal

Quem pensa que o veganismo é uma dieta pobre em proteínas está muito enganado.

A verdade é que quem adere a essa prática pode ter um cardápio variado e muito saboroso sem abrir mão das proteínas necessárias para o funcionamento do corpo.

Para facilitar, a Kük preparou uma lista com diversas opções das principais proteínas vegetais que poderão estar presentes no dia a dia da sua dieta vegana.

É importante, no entanto, que haja uma variedade desses produtos para que se consiga atingir a quantidade correta de proteínas na alimentação.

Veja abaixo algumas das principais opções de proteínas veganas para incluir na alimentação.

Pistache

fontes de proteína vegetal

Uma porção de pistache oferece 6 gramas de proteína, além de fibras antioxidantes e benefícios nutricionais, como a saúde do seu sistema digestivo.

São saborosos e fáceis de adicionar nos pratos e refeições.

Feijão

Um clássico conhecido na mesa do brasileiro, o feijão traz vários benefícios à saúde, como a redução de colesterol e de níveis de açúcar no sangue.

Grão de bico

Fonte de proteína e fibras, o grão de bico tem a capacidade de saciedade para quem o consome e vai bem com vários pratos.

Combina com saladas e até mesmo em receitas de suculentos hambúrgueres. Aqui na Kük, por exemplo, você encontra um prato delicioso de grão de bico ao molho curry com batatas.

Quinoa

A quinoa é presença confirmada nas dietas vegetarianas, já que contém os nove aminoácidos essenciais.

Além de conter proteína, é rica em fibras, magnésio, ferro, potássio, entre outros.

Chia

fontes de proteína vegetal chia

A chia conta com vários nutrientes importantes para o nosso organismo. Contém proteínas, fibras, gorduras saudáveis e vai muito com diversos pratos ou também com aquele iogurte no lanche da tarde ou café da manhã.

Ervilha

As ervilhas são produtos de origem vegetal que tem um alto valor protéico. Podem estar presentes em vários pratos e combinam com diversas receitas deliciosas.

Lentilha

Uma porção de uma xícara de lentilha contém cerca de 18 gramas de proteína. São saborosas, cozinham mais rápido que outros grãos e podem estar presentes nos mais variados pratos da sua dieta vegana.

Prova da versatilidade e do sabor irresistível dessa proteína vegetal é a bolonhesa de lentilha, receita especial da Kük.

Aveia

Com a capacidade de ser consumida de diversas formas, a aveia pode ser uma boa saída para quem quer manter uma dieta vegana rica em proteínas.

Também é rica em fibras, como a beta-glucano, que é um bom redutor de colesterol.

Edamame

proteína vegetal benefícios

O edamame é um alimento rico em proteína e pode ser adicionado à sua dieta tranquilamente de maneira versátil e bastante saborosa.

Para se ter uma ideia, uma xícara de edamame contém 18 gramas de proteína.

Amendoim

O amendoim, presente especialmente nos aperitivos, pode ser uma boa opção de snack ou até mesmo ser adicionado como complemento em outros pratos, como saladas.

São embalados com gorduras e proteínas saudáveis, sendo uma ótima opção para os veganos.

Semente de abóbora

A semente de abóbora contém uma dose importante de vitaminas, minerais, fibras e muita proteína.

Podem ser adicionadas em saladas para dar um toque mais saboroso e crocante ou até mesmo fazer parte daquele lanche da tarde saudável.

Proteína vegetal benefícios

Você sabia que o consumo de proteína vegetal melhora o desempenho físico?

Isso foi o que provou uma pesquisa realizada com 223 adultos, comparando resultados de caminhadas feitas por quem havia consumido proteína vegetal e outros que haviam consumido proteína animal.

Como vimos na lista das melhores fontes de proteína vegetal, as principais são leguminosas, oleaginosas, sementes e cereais.

Vale lembrar que esses alimentos também são ricos em vitaminas, minerais e compostos antioxidantes, por isso trazem inúmeras melhorias para a qualidade de vida e o bem-estar.

Os benefícios das proteínas vegetais não param por aí. Confira outras vantagens desses alimentos:

  •  perda de peso de maneira saudável, já que a proteína vegetal tende a proporcionar maior saciedade;
  • aumento no consumo de alimentos in natura;
  • prevenção de doenças cardiovasculares;
  • favorece a saúde intestinal;
  • melhora o sono.

Além de todos esses pontos, o consumo de alimentos com proteína vegetal também contribui para a preservação do meio ambiente e para o combate da exploração animal.

É possível obter proteínas somente de fontes vegetais?

É possível obter proteínas apenas das fontes vegetais, mas vale destacar que os alimentos de origem animal fornecem outras substâncias importantes para o organismo.

Cada um tem os seus benefícios para a nossa saúde, mas é possível sim seguir uma dieta vegana saudável. Para isso, é preciso buscar um ponto de equilíbrio.

O ideal é manter uma alimentação balanceada, variando o cardápio sempre e combinando o consumo de leguminosas e cereais, que têm diferentes aminoácidos.

Apesar dessa dica, apenas um profissional pode indicar os melhores alimentos e a quantidade necessária para cada organismo.

Isso porque cada corpo funciona de uma maneira e muitos fatores influenciam nas necessidades de cada pessoa, como peso e altura, por exemplo.

Por isso, consultar um nutricionista é um passo fundamental para a adaptação alimentar. Só ele pode indicar a quantidade ideal de proteínas e outros nutrientes para manter a saúde em dia.

Conclusão

Como vimos ao longo deste conteúdo, é possível substituir os alimentos de origem animal por boas fontes de proteína vegetal para garantir os nutrientes necessários na dieta vegana.

Leguminosas, cereais, sementes e oleaginosas são algumas das principais proteínas vegetais utilizadas no veganismo e podem trazer diversos benefícios para a saúde.

Desde prevenção de doenças até maior saciedade e perda de peso, o consumo de proteínas de origem vegetal pode fazer toda a diferença não apenas nos hábitos alimentares, mas na sua qualidade de vida.

 Peça agora mesmo as porções veganas congeladas da Kük!

 

Posts relacionados