Conheça as melhores fontes de proteína vegetal para incluir na sua dieta vegana

Não importa o motivo: seja ele por questões ambientais, pessoais, de saúde, ou que seja pela defesa dos animais, quem adota ou quer iniciar a prática do veganismo sempre tem muitas dúvidas. Uma das principais é a respeito das proteínas, que podem sim estar presentes nessa dieta e conseguem ser eficientes e ricas em nutrientes. Claro que a quantidade necessária depende e varia de acordo com o peso e altura de cada um.

 

Para facilitar, a Kük preparou uma lista com diversas opções das principais proteínas vegetais que poderão estar presentes no dia a dia da sua dieta vegana. É importante, no entanto, que haja uma variedade desses produtos para que se consiga atingir a quantidade correta de proteínas na alimentação.

 

A Kük possui uma linha vegana rica em nutrientes e que contém diferentes opções de proteínas. Clique aqui e confira o cardápio completo de pratos e porções com o padrão Kük de qualidade.

 

Veja abaixo algumas das principais opções de proteínas veganas para incluir na alimentação:

 

– Pistache: uma porção de pistache oferece 6 gramas de proteína, além de fibras antioxidantes e benefícios nutricionais, como a saúde do seu sistema digestivo. São saborosos e fáceis de adicionar nos pratos e refeições.

 

 

Feijão: conhecido na mesa do brasileiro, o feijão traz vários benefícios à saúde, como a redução de colesterol e de níveis de açúcar no sangue.

 

 

Grão de bico: fonte de proteína e fibras, o grão de bico tem a capacidade de saciedade para quem o consome e vai bem com vários pratos. Combina com saladas e até mesmo em receitas de suculentos como hambúrgueres.

 

 

Quinoa: a quinoa é presença confirmada nas dietas vegetarianas, já que contém os nove aminoácidos essenciais. Além de conter proteína, é rica em fibras, magnésio, ferro, potássio, entre outros.

 

 

Chia: a chia conta com vários nutrientes importantes para o nosso organismo. Contém proteínas, fibras, gorduras saudáveis e vai muito com diversos pratos ou também com aquele iogurte no lanche da tarde ou café da manhã.

 

 

Ervilhas: as ervilhas são produtos de origem vegetal que tem um alto valor protéico. Podem estar presentes em vários pratos e combinam com diversas receitas deliciosas.

 

 

Lentilha: uma porção de uma xícara de lentilha contém cerca de 18 gramas de proteína. São saborosas, cozinham mais rápido que outros grãos e podem estar presentes nos mais variados pratos da sua dieta vegana.

 

 

Aveia: com a capacidade de ser consumida de diversas formas, a aveia pode ser uma boa saída para quem quer manter uma dieta vegana rica em proteína. Também é rica em fibras, como a beta-glucano, que é um bom redutor de colesterol.

 

 

Edamame: o edamame é um alimento rico em proteína e pode ser adicionado a sua dieta, uma vez que, uma xícara contém 18 gramas de proteína.

 

 

Amendoim: o amendoim, presente especialmente nos aperitivos, pode ser uma boa opção de snack ou até mesmo ser adicionado em outros pratos, como saladas. São embalados com gorduras e proteínas saudáveis.

 

 

Sementes de abóbora: contém uma dose importante de vitaminas, minerais, fibras e muita proteína. Podem ser adicionadas em saladas para dar um toque mais saboroso e crocante.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Posts relacionados