Vai viajar? Veja a lista da Rede de Cidades Criativas da Unesco

Caldo-de-siete-mares

Na hora de planejar uma viagem, é impossível não pensar no roteiro gastronômico que a cidade vai te oferecer, não é mesmo? Agora é possível fazer todo seu planejamento de acordo a Rede de Cidades Criativas da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura).

 

Assim, a partir de agora, você poderá planejar sua viagem pelo valor da sua cultura alimentar. Portanto, assim como a música e as artes, por exemplo, a gastronomia também é um patrimônio cultural. Isto porque as tradições culinárias representam a identidade de cada povo e revelam seus hábitos e costumes.

 

O projeto Rede de Cidades Criativas da Unesco surgiu em 2004 e tem como objetivo promover a cooperação entre cidades do mundo todo que possuem como característica comum o uso da criatividade para promoção de desenvolvimento urbano sustentável. Ele abrange sete área criativas. Sendo elas artesanato e artes folclóricas, design, cinema, gastronomia, literatura, mídia e música.

 

VEJA TAMBÉM: Ar, mar ou terra: 7 restaurantes brasileiros em locais inusitados 

 

Assim, de acordo com o regimento do projeto, a cidade para aparecer no ranking como Cidade Criativa da Gastronomia, precisa participar de uma seleção anual promovida pela UNESCO. É necessário encaminhar, plano de ação e ainda responder alguns questionamentos relacionados a gastronomia com a cidade.

 

Atualmente, 36 das 246 cidades selecionadas aparecer na área da gastronomia da UNESCO. Abaixo, vamos falar de algumas delas. Então, papel e caneta na mão para você saber mais e já traçar sua próxima rota gastronômica.

 

Alba, Itália

trufa-kük-comida-congelada

 

Alba fica na província de Cuneo, região de Piemonte, área tombada como Patrimônio Mundial da UNESCO em 2014 por suas belíssimas vinícolas. A cidade é conhecida como a “Capital da trufa branca”, sendo sede do famoso evento anual chamado Feira Internacional do Tartufo Bianco (trufa branca em italiano).

 

A cidade também teve um papel fundamental na criação do movimento Slow Food, que preza a qualidade do alimento, respeito ao meio ambiente e preço justo para os produtores e consumidores. Além das trufas, a cidade é famosa por seus vinhos, pêssegos e avelãs.

 

Arequipa, Peru

Chupe_de_Camarones-kük-comida-congelada

Arequipa é a capital da província que possui o mesmo nome. Fica na região Sul do Peru e é cercada por vulcões. Tanto que boa parte da cidade foi construída com sillar, uma pedra vulcânica de cor branca, o que levou à cidade a ganhar o apelido de “Cidade Branca”.

 

A cidade possui várias picanterias, que são restaurantes que servem pratos típicos do local. O cardápio muda a cada dia da semana. Exemplos de pratos de Arequipa são o chupe de camarões (sopa de camarão com vários temperos), rocoto relleno (pimenta típica peruana que parece um pimentão, recheada com molho, carne moída e queijo) e o adobo arequipeno (carne de porco feito com chicha de jora, bebida fermentada à base de milho).

 

Belém, Brasil

pato-no-tucupi-kük-comida-congelada

Capital do Pará, Belém está localizada na região Norte do Brasil e também aparece na lista divulgada pela UNESCO. Um dos principais pontos turísticos da cidade é o mercado a céu aberto chamado Ver-o-Peso, que é um dos mais antigos do país. Nele, são vendidas ervas medicinais e alimentos, sendo a maioria da região amazônica.

 

A cidade possui diversos pratos típicos que utilizam ingredientes locais, como o pato no tucupi (tucupi é um caldo produzido através da fermentação da mandioca), maniçoba (folha de mandioca), tacacá, que consiste em uma sopa feita camarão seco, tucupi e jambu (planta nativa da região norte) e o famoso açaí, consumido tradicionalmente com farinha de mandioca e peixe frito.

 

Belo Horizonte, Brasil 

feijão-tropeiro-kük-comida-congelada

Capital de Minas Gerais, Belo Horizonte fica na região Sudeste do Brasil. A cidade é conhecida como a “Capital dos bares”, já que detém a impressionante marca de 28 bares por quilômetro quadrado. O Mercado Central, famoso por seus queijos, doces e artesanatos, é um dos pontos turísticos da cidade.

 

A gastronomia da capital mineira é um capítulo à parte com pratos típicos como frango com quiabotutu de feijãofeijão tropeiro (receita que leva feijão, farinha de mandioca, torresmo e linguiça), leitão à pururuca. Alguns produtos são símbolos de Minas Gerais, como o pão de queijo e o doce de leite.

 

Buenaventura, Colômbia

cazuela-de-mariscos-kük-comida-congelada

Buenaventura é a maior cidade portuária da Colômbia e fica na costa do Pacífico. A população, em sua maioria afrodescendentes, encontrou na culinária tradicional uma forma de resiliência e pacificação, especial por ser um local marcado por conflitos envolvendo o narcotráfico.

 

A culinária da Buenaventura é baseada na diversidade de frutas locais. Por ser uma cidade costeira, os pecados e os frutos do mar fazem sucesso. Alguns exemplos são o Arroz de cocoCazuela de mariscosEncocados de piangua (molusco encontrado em manguezais da região, preparado com leite de coco, alho, cebola e coentro) e o viche, bebida alcoólica produzida da cana de açúcar.

 

Burgos, Espanha

Olla-podrida-kük-comida-congelada

Conhecida por abrigar o Sítio Arqueológico de Atapuerca, que é considerado Patrimônio Mundial da UNESCO em 2000, Burgos fica no Norte da Espanha. Os achados arqueológicos tornaram a cidade um importante centro de estudos sobre a evolução humana. Esses estudos também contemplam a gastronomia, já que a cidade é sede do Laboratório Mundial da Evolução Gastronômica onde são conduzidas pesquisas ligadas à alimentação e evolução do homem.

 

Alguns dos pratos típicos de Burgos são as sopas, pratos à base de cordeiro, a Olla Podrida (cozido feito com feijão vermelho e partes de porco), Morcilla de Arroz e o queijo fresco de Burgos, feito com leite de ovelha.

 

Cochabamba, Bolívia

sopa-mani-kük-comida-congelada

Situada na região central da Bolívia, Cochabamba fica a 2.558 metros de altitude. Sua relação com a gastronomia vem desde a Era Pré-Columbiana, em que a região era a maior produtora de grãos do Império Inca.

 

É considerada a “Capital Gastronômica da Bolívia” e possui como pratos típicos a Lhajua, (molho picante utilizado em carnes e sopas feito com pimenta rocoto, uma espécie de coentro chamada quilquina, tomate e cebola), a sopa de mani (sopa de amendoim feita com carne bovina ou frango, ossos, batatas e ervilhas) e o silpancho, uma espécie de prato feito, que consiste em arroz branco, batatas à dorê, ovo frito e bife ou frango à milanesa.

 

Florianópolis, Brasil

sequência-camarões-kük-comida-congelada

Florianópolis fica na região Sul do Brasil, é a capital de Santa Catarina e conhecida por suas lindas praias. É ainda uma das capitais brasileiros com maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).

 

Florianópolis é famosa pelos pratos à base de frutos do mar. Um exemplo são as ostras, já que a capital é a maior produtora de ostras do Brasil. Outros pratos famosos da ilha são a Sequência de Camarões que consiste em camarões preparados de diversas formas (fritos, assados, à milanesa, cozidos no vapor) e peixes como a tainha e a anchova.

 

Paraty, Brasil

paçoca-banana-da-terra-kük-comida-congelada

Paraty fica no estado do Rio de Janeiro e foi considerada Patrimônio Mundial da UNESCO em 2019 por suas belezas naturais e seu rico acervo histórico. A influência da cultura indígena, portuguesa e africana na cidade reflete em pratos típicos da cidade, como a paçoca de banana da terrafarofa de feijão e pratos à base de peixes e frutos do mar, como o Azul Marinho (peixe com banana verde e farinha de mandioca) e o Camarão Casadinho.

 

Parma, Itália

prosciutto-kük-comida-congelada

Parma e seu território são universalmente conhecidos por sua herança gastronômica incomparável que oferece produtos ao mundo todo. Entre eles estão o Parmigiano Reggiano (queijo parmesão) e o Prosciutto di Parma (presunto de Parma), que são ingredientes base para inúmeras receitas. A cidade também é famosa por seus pontos turísticos, como a Catedral de Parma, a Galeria Nacional e o Palazzo della Pilotta.

 

San Antonio, Texas, EUA

enchiladas-de--queijo-kük-comida-congelada

A cidade fica no estado do Texas, sul dos Estados Unidos. Ao longo da história, imigrantes europeus, asiáticos e africanos instalaram-se na região, contribuindo para a diversidade cultural e culinária da cidade.

 

San Antonio é conhecida pela culinária Tex-Mex, fusão da cozinha mexicana e americana. Entre as comidas típicas estão as enchiladas de queijopuffy tacos e carne guisada. Outro prato famoso em San Antonio é o Menudo, uma sopa tradicional mexicana feita com estômago bovino em um caldo à base de pimenta chili vermelha.

 

Tsuruoka, Japão

Dadacha-Mame-kük-comida-congelada

A cidade fica na província de Yamagata (região de Tohoku). As montanhas possuem forte influência na gastronomia de Tsuruoka. Um exemplo é o shōjin ryōri, estilo de culinária budista vegana que pode ser experimentada por montanhistas no templo Saikan, situado no topo de uma das montanhas. A cidade, cercada pelas montanhas, planícies e pelo Mar do Japão, produz vários tipos de alimentos e possui vários pratos típicos, como o gomadōfu (tofu feito com gergelim) e o dadacha-mame, soja verde produzida na região.

 

Portoviejo, Equador

Cocina-ecuatoriana-biche-manabita-de-camarones-kük-comida-congelada

Portoviejo está localizado no centro do Equador, tem uma das áreas mais populosas e aparece também entre cidades sul-americanas nesta lista da UNESCO. A cidade é chamada de “Cidade dos Tamarindos Reais” desde os tempos coloniais graças à produção desta fruta nas terras onde a cidade foi estabelecida.

 

Capital da Província de Manabí,  possui uma gastronomia rica e variada, sendo a província mais importante em termos gastronômicos no Equador. Entre os pratos típicos de Portoviejo estão o viche de peixe ou camarão, uma espécie de ensopado com muitos legumes e vegetais.

 

Shunde, China

peixe-ju-kük-comida-congelada

 

Shunde é um dos berços da culinária cantonesa, situada no centro do Delta do Rio das Pérolas, com Guangzhou ao norte e Hong Kong ao sul. Peixe é um ingrediente essencial na culinária da cidade, sendo populares a carpa de lama, o peixe Ju e a carpa do limo. Outro prato típico da cidade é o pudim de leite com duas camadas, feito com leite, claras de ovos e açúcar.

 

Ensenada, México

Caldo-de-siete-mares-kük-comida-congelada

Conhecida como Cinderela do Pacífico, a cidade costeira de Ensenada fica na província de Baja California. Possuí o segundo porto mais importante do país e o título de Reserva Mundial do Surf. Além da pesca e maricultura, a cidade destaca-se pela produção de vinho, cerca de 90% da produção nacional.

 

Ensenada é famosa por seus tacos de peixe e o caldo Siete Mares, feito com camarão, amêijoa, mexilhão, peixe, lula, polvo e caranguejo, temperados com pimenta jalapenho. Uma de suas bebidas típicas é a clamato, feita com suco de tomate, amêijoas, suco de limão e vodca.

 

Gaziantep, Turquia

kebab-de-carne-kük-comida-congelada

Gaziantep é uma das mais antigas cidades do mundo. Devido à sua localização especial na Rota da Seda, a cidade cresceu e tornou-se um importante centro de crenças, tradições e conhecimentos científicos com uma infinidade de museus, sítios arqueológicos e locais de importância histórica.

 

Gaziantep possui uma grande variedade de produtos agrícolas, como grãos, legumes, frutas e dezenas de diferentes ervas locais e temperos capazes de criar mais de quatrocentos pratos diferentes. A cidade também possui uma imensa diversidade de técnicas de cozimento e modos de consumir os alimentos – um exemplo é o kebab, um dos pratos mais famosos de Gaziantep, que possui mais de trinta variedades.

 

Bergen, Noruega

Bergensk-kük-comida-congelada

Bergen é a segunda maior cidade da Noruega. O bairro de Bryggen, uma das principais atrações turísticas da cidade, foi considerado Patrimônio Mundial da UNESCO em 1979. A cidade é conhecida por suas práticas de pesca sustentáveis.

 

Quanto à gastronomia, a cisade de Bergen é famosa por seus salmões selvagens, a Bergensk fiskesuppe (sopa de peixe) e o Brunost (queijo marrom típico da Noruega).

 

Overstrand Hermanus, África do Sul

avestruz-kük-comida-congelada

Overstrand Hermanus, localizada na província de Western Cape, na África do Sul, fica próxima à Cidade do Cabo e possui uma natureza ímpar com inúmeros resorts. A cidade também acomoda muitos vinhedos, cafés, bares, pubs e uma ampla variedade de restaurantes.

 

É possível experimentar carnes de diversos tipos, como filé de avestruz ao molho de pimenta, bife de veado e pernil de cordeiro marinado em vinho tinto. Um prato originário do povo malaio da Cidade do Cabo é o Bobotie, uma torta de carne moída com curry que é assada no forno com uma cobertura de ovos batidos e leite.

 

Phuket, Tailândia

curry-massaman-kük-comida-congelada

Phuket está localizada na maior ilha da Tailândia. Com uma população de quase 400 mil habitantes, a cidade é porta de entrada para várias ilhas tailandesas conhecidas por suas praias paradisíacas. O Festival Anual da Cidade Velha é importante na promoção das expressões tradicionais da culinária, artesanato e arte da cidade.

 

Dentre os pratos típicos de Phuket destaca-se o curry massaman (um curry de origem muçulmana) que leva leite de coco, batata, amendoim torrado, louro, açúcar, canela e molho de tamarindo, além de carne ou frango.

 

Rasht, Irã

Mirza-Ghasemi-kük-comida-congelada

Rasht está localizada no Mar Cáspio e possui um setor de gastronomia que é um verdadeiro patrimônio cultural. Isto porque é rica variedade de recursos naturais da região e conta com receitas antigas e metodologia exclusiva.

 

A cidade possui vários pratos típicos, como o Kateh-Kebab (carne bovina marinada por 24 horas em uma mistura contendo azeite, água de cebola e iogurte e depois grelhada), o Kebab Azedo (carne bovina ou de cordeiro temperado com cebola, alho, suco de romã e nozes picadas) e o Mirza Ghasemi (berinjela grelhada com alho, tomates frescos e ovos).

 

Confira a lista completa das Cidades Criativas da Gastronomia da UNESCO clicando aqui. 

Posts relacionados