Veganismo: Tudo o que você precisa saber da alimentação vegana e seus benefícios

Quem adota a prática do veganismo não é pura e simplesmente para ter uma alimentação mais leve e mais saudável, mas sim por princípios que vão muito além de excluir a carne das suas refeições. Esse tipo de alimentação é baseado, sobretudo, na luta pela preservação do meio ambiente e contra a exploração animal. Quem segue uma alimentação vegana não possui carne ou qualquer tipo de produto de origem animal na sua rotina.

 

 

A comida vegana conta apenas com alimentos de origem vegetal. Uma dieta desse tipo inclui todos os tipos de grãos, leguminosas como feijão e lentinha, por exemplo, além de frutas, verduras e legumes. Com isso, diversas receitas poderão ser criadas para diversificar as refeições. A Kük lançou sua linha vegana e você pode conferir nossos pratos clicando aqui. Entre os principais alimentos veganos estão as frutas, verduras, leguminosas, cereais, tofu, quinoa, proteína de soja, leite vegetal de soja, seitan e todos os tipos de grãos.

 

 

A dúvida mais recorrente de quem iniciou ou vai iniciar essa prática é sobre a substituição da proteína animal nesse novo estilo de vida. O ferro e a proteína presente em ovos, carnes e leites podem ser facilmente substituídas por outros alimentos. Assim, é interessante começar a diminuir o consumo aos poucos e a aumentar a ingestão de grãos, vegetais, leguminosas e alimentos integrais, por exemplo.

 

 

Mas além desse ativismo presente no veganismo, esse estilo de vida que vem ganhando cada vez mais adeptos, sua prática também traz diversos benefícios para a saúde. Adotar esse tipo de alimentação dá a capacidade de manter o peso equilibrado. Não está ligado diretamente ao emagrecimento, mas naturalmente o adepto de uma alimentação vegana vai ingerir refeições menos calóricas, ricas em fibras e isso acaba auxiliando para a manutenção do peso considerado ideal para cada corpo.

 

Além disso, quem pratica o veganismo aumenta a expectativa de vida já que acaba reduzindo o risco de doenças crônicas, como diabetes tipo 2, hipertensão e obesidade. Isso acontece pela redução da gordura saturada que é encontra concentrada em ovos, carnes e leite. Como muitas doenças estão diretamente ligadas de decisões alimentares, a prática do veganismo permite a ingestão de comidas mais nutritivas e que auxiliam na saúde.

 

 

Ainda segundo especialistas, a prática do veganismo consegue aumentar a disposição física e mental, reduz o risco de insuficiência renal, já que as proteínas vegetais melhoram o funcionamento do corpo como um todo, além de reduzir as dores da artrite, já que não conta com alimentos de origem animal que são causadores de inflamações no organismo humano. Por ter uma variedade de antioxidantes entre seus alimentos, o veganismo também ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer, evita o envelhecimento precoce e mantém o bom funcionamento do sistema imunológico.

 

Assim, o veganismo não se trata apenas de práticas mais saudáveis na alimentação, mas sim uma filosofia de vida. A prática requer cuidados, precisa ser gradativa e certamente trará benefícios importantes para a saúde de quem vai contar com esse estilo de vida.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Posts relacionados